| Registrar-se

Israel


IsraelFlag large



Situação Religiosa:

Todas a religiões são livres para ministrar dentro de suas próprias comunidades. Os judeus que crêem em Jesus, o Messias, não tem permissão legal como grupo religioso. Os Haredi (judeus ortodoxos extremistas) mantém a nação como refém, forçando-a a seguir sua programação sobre todos os partidos pequenos, mantendo assim o equilíbrio do poder nos governos de coalizão. Isto resulta na marginalização dos judeus conservadores e reformados, na pressão constante para limitar a liberdade religiosa com leis anticonversão, e na perseguição aos judeus messiânicos. Muitos se recusam a participar do exército, mas esperam grandes concessões de dinheiro do governo para financiar as suas instituições.
Religiões População % Adeptos Cres. Anual
Judaica 80,65 4.130.637 +2,4%
Muçulmana 14,60 747.766 +2,7%
Outras 2,50 128,042 +5,2%
Cristã 2,25 115,238 +2,8% 

História:
 
A tradição judaica defende que a Terra de Israel tem sido uma Terra Santa judaica e uma Terra Prometida por quatro mil anos, desde o tempo dos patriarcas. A terra de Israel guarda um lugar especial nas obrigações religiosas judaicas, englobando os mais importantes locais do judaísmo (como os restos do Primeiro e Segundo Templos do povo judeu). Conectado com estas duas versões do templo estão ritos religiosos significativos que simbolizam a origem de muitos aspectos do judaísmo moderno. A partir do Século X a.C. Uma série de reinos e estados judaicos estabeleceram um controle intermitente sobre a região que durou cerca de 150 anos, para o Reino de Israel, até à sua conquista pelos assirios em 721 a.C., e quatro séculos para o Reino de Judá até à sua conquista por Nabucodonosor em 586 a.C. e destruição do Templo de Salomão pelos babilônicos. Em 140 a.C. A revolta dos Macabeus levou ao estabelecimento do Reino Hasmoneu de Israel, cuja existência enquanto reino independente durou 77 anos, até à conquista de Jerusalém por Pompeu em 63 a.C, altura em que se tornou um reino tributário do Império Romano.
 
Economia:
 
Um Estado industrial moderno e sofisticado. Tem muitos gastos com defesa, e custos com a absorção de novos imigrantes e com a crescente crise da falta de água, estes fatores são empecilhos para um maior crescimento.


DADOS GERAIS:

Localização: Oeste da Ásia
Governo: Republica Parlamentarista
População: Judeus 80,7% Árabes 15,6%
Área: 21.946 km² 
Idiomas: hebraico e árabe (oficial), russo, inglês, idish e outros idiomas são falados em menor escala. 
Religião: Judaísmo, islamismo, cristianismo e outras religiões em menor proporção.


Motivos de Oração:


1-Salmos 122:1-9
Ore:
-Pela Paz de Israel
2-Pela Redenção Espiritual do Povo Judeu
Ore:
· Por um derramar de espírito de arrependimento sobre todo o povo judeu;
. Pela volta dos judeus seculares e assimilados com o mundo, ao Deus de seus pais e ao judaísmo bíblico;
· Pelo derramar de espírito de súplica e de graça, de um grande mover de oração e pelo resgate da visão do Messias e sua busca;
· Por um derramar do Espírito de Deus sobre as Sinagogas de Israel e de todo o mundo, especialmente no dia de "Shabat" (Sexta à noite e Sábado pela manhã e à tarde), quando a maioria dos judeus se reúne, e também nas festas judaicas;
· Pelos rabinos e líderes das Sinagogas, bem como pelos diretores das Associações e Congregações Judaicas de Israel e de todo o mundo;
· Pela unidade espiritual e quebra de barreiras entre judeus reformistas, conservadores e ortodoxos;
 
3-Pelo Desenvolvimento da Redenção Física do Estado de Israel
Ore:
· Pelos governantes de Israel - Primeiro Ministro, Presidente, Parlamento e Prefeitos para que sejam dirigidos pelo Espírito do Senhor em suas decisões políticas e econômicas, tanto internas quanto externas; 
· Pelo crescimento econômico de Israel e o fortalecimento de toda infra-estrutura para receber os judeus imigrantes (moradia, emprego, escolas, etc ); 
· Pela paz em Jerusalém e prosperidade em seus palácios e em toda a Terra de Israel;
· Para que se cumpra a vontade de Deus sobre a terra de Israel em todos os sentidos;
· Pelo fim dos conflitos judeus-árabes (política de governo correta/ pelos ministérios com palestinos e pela aproximação judeus-palestinos);
· Pela retomada do local do Templo para a reconstrução do templo, segundo a vontade de Deus;
· Contra a violência e o terrorismo em toda a terra de Israel, quer por parte dos grupos radicais árabes, quer dos judeus;
 
· Para que Jerusalém se estabeleça "por objeto de louvor na terra".

Fonte: MCM povos
Mais nesta categoria: « Iraque

VERSÍCULO DA SEMANA

Eu sou o Senhor, o Deus de toda a humanidade.Há alguma coisa difícil demais para mim?

(Jr 32:27)


FRASE DA SEMANA

Ele precedeu a História; Ele criou a História. Seu trono está acima do mundo e fora do tempo. Ele, o Deus eterno, reina na eternidade. ( D M Lloyd-Jones)



Newsletter

Assine a nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades da nossa igreja.

_________________________

m2-c bt podcast m2-c bt rss

Copyright 2013 - Viva Igreja Cristã todos os direitos reservados

Confins da Terra